quinta-feira, 30 de setembro de 2010

"POESIA NO BLOG DO POETA - A SOGRA DO AZARENTO...”

*
Quando resolvi casar
Escolhi bem a mulher
Só com medo do azar
De uma sogra no meu pé.
**
Acho que fui castigado
Minha sogra é uma megera
Para ela estou sempre errado
Tudo que faço, zanga a fera.
***
Quando saio com um amigo
Ela fica envenenando a patroa
Que me bota de castigo
E acaba minha vida boa.
****
Eu paparico a velhota
Para ver se ela melhora
Ela finge que não nota
Jogo minha conversa fora.
*****
Minha vida é um inferno
Procuro agüentar a dor
Rezo e peço descanso eterno
Para minha sogra terror.
******
Mas o projeto de mulher
Tem como nome, Esperança.
Esta, nem o coisa ruim quer
E é a ultima que em paz, descansa.
*******
Falei com meu analista
Que tentou me ensinar
Botar a velha na pista
E dar um jeito dela se mandar.
********
A situação só piorou
Pois a velha encrenqueira
Para minha mulher fuxicou
E foi aquela brigadeira.
*********
Bolei um plano sem falha
De ir para um lugar distante
Minha mulher jogou a toalha
E tive que engolir o purgante.
**********
Minha sogra manda em tudo
Na filha, netos e em mim
O jeito foi ficar mudo
Para não acender o estopim.
***********
Nem assim largou meu pé
Esta minha carga pesada
Que foi dada a este mané
Pela sua esposa amada.
************
Mas um dia viro a mesa
Pego esta sogra intragável
Faço para ela uma surpresa
E Deixo de ser dominável.
*************
Eu devia ter casado
Com filha de chocadeira
Só assim tinha me livrado
Desta sogra encrenqueira.
**************
Quem anda rindo atoa
É o meu amigo Mota
Dizendo que tem sogra boa
Só porque a velhota está morta.

Poeta: Joaquim da Rocha.

"BELEZAS DE CHAVAL- PRAINHA OU PORTO DO MOSQUITO, COMO QUEIRAM" Foto tirada de sul a norte, onde ao fundo fica a ilha dos preás.

"linda paisagem"

"CHARGE NO BLOG DO POETA - MEDO DO SEGUNDÃO? - SINFRÔNIO"

"CEF DE CAMOCIM ADERE À GREVE NACIONAL DOS BANCÁRIOS"

"BB E BRADESCO FUNCIONAM NORMALMENTE NA CIDADE"
A greve nacional dos bancários, iniciada ontem (29), surpreendeu muita gente que só ficou sabendo quando procurou a agência da Caixa Econômica em Camocim (foto). Com o feriado municipal de ontem, em decorrência do aniversário de 131 anos da cidade, os camocinenses iniciaram a quinta-feira (30) com essa notícia nada agradável. A agência da Caixa Econômica está operando apenas no setor de autoatendimento através de saques e transferências. Já as agências do Banco do Brasil e Bradesco estão funcionando normalmente. Em nota a Federação Nacional de Bancos (Fenaban) reclama de radicalização do movimento sindical e do período, que vai coincidir com o início do mês quando os bancos recebem maior público devido ao pagamento dos 27 milhões de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebem o benéfico pela rede bancária. Pelo sétimo ano seguido, o impasse se deve ao percentual de reajuste salarial. Os bancários reivindicam aumento de 11%. A Federação Nacional dos Bancos propôs negociação partindo de 4,29%.
Postado por Tadeu Nogueira.
Foto: Tadeu Nogueira.

"PIADA NO BLOG DO POETA - os três advogados "

Tinha três advogados discultindo para onde iriam:
um deles fala: porque não vamos para Israel.
o outro fala: Não la tem muitos judeus.
o outro fala: então vmos para o E.U.A.
o outro fala: não também tem muitos judeus.
o outro fala: então vamos para o Brasil curtir o carnaval.
o outro fala: Não tambem tem muitos judeus.
um cara estava escultando e disse porque vocês não vao para o INFERNO.

"Internacional, TERRORISMO - Complô da Al Qaeda teria Europa como alvo"

Os governos dos países envolvidos não confirmaram as informações dos serviços de Inteligência, mas mantiveram nível de alerta contra terrorismo e segurança reforçada.
REUTERS

Rede terrorista teria planos avançados de atacar grandes cidades no Reino Unido, na França e na Alemanha.

Londres. Serviços de Inteligência da Europa descobriram planos de ataques da rede terrorista Al Qaeda contra Reino Unido, França e Alemanha, revelou o canal de TV britânico Sky News.

De acordo com a emissora, que citou fontes dos serviços de Inteligência da Europa, ações terroristas contra Londres e grandes cidades francesas e alemãs eram planejadas no Paquistão. Embora os planos estivessem avançados, os ataques não eram iminentes.

As ações seriam similares à operação realizada em Mumbai, Índia, em novembro de 2008, quando um comando islâmico atacou simultaneamente vários objetivos, incluindo hotéis de luxo, na capital econômica da Índia, matando 163 pessoas, segundo fontes de inteligência citadas pela emissora.

Quando os investigadores descobriram o plano, o Exército americano começou a ajudar seus aliados europeus a rastrear seus organizadores no Paquistão. Segundo a rede americana de televisão ABC, que cita um alto funcionário dos Estados Unidos, não identificado, a ameaça era real e foi informada ao presidente Barack Obama.

Os governos dos países envolvidos não confirmaram as informações, mas mantiveram seus níveis de alerta terrorista. O Ministério do Interior britânico negou-se a comentar o caso, apesar de seu porta-voz assinalar que "sabemos que fazemos frente a uma ameaça real e séria do terrorismo no Reino Unido".

O governo da Alemanha também afirmou que está a par em longo prazo dos projetos da Al Qaeda de atentar contra objetivos ocidentais, apesar de não haver riscos iminentes.

Na França, duas fontes ligadas aos serviços de Inteligência indagadas disseram não estar informadas sobre o complô. Na última terça-feira, a Torre Eiffel foi pela segunda vez em dez dias evacuada pela ameaça de uma bomba.

Fontes policiais e dos serviços de Inteligência americanos e europeus, citadas pela ABC, afirmaram que as informações sobre o suposto complô se baseavam no interrogatório de um cidadão alemão suspeito de terrorismo e que foi capturado quando tentava voltar à Europa. Atualmente, ele se encontra detido na base americana de Bagram, no Afeganistão.

Em função dessas notícias, o diretor da CIA (Serviço Secreto dos EUA), Leon Panetta, se reunirá com o presidente paquistanês Asif Ali Zardari, o primeiro-ministro Yusuf Raza Gilani, o comandante-em-chefe das forças armadas, Ashfaq Kayani, e o chefe do ISI, os serviços secretos paquistaneses.

"Nacional, FICHA LIMPA - STF arquiva recurso de Roriz"

Brasília. O STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu arquivar, por unanimidade, o recurso do ex-candidato Joaquim Roriz contra a Lei do Ficha Limpa por perda de objeto do pedido.

Os ministros também afirmaram, desta vez por 6 votos a 4, que todo o processo de Roriz deve ser extinto, inclusive a decisão do TSE. Ou seja, a decisão da corte eleitoral sobre o caso não existe mais. O relator do caso, ministro Ayres Britto, propôs que apenas o recurso de Roriz ao Supremo perdesse o objeto e que a decisão do TSE fosse mantida, não foi aceito.

"Nacional, PRAZO DE DEZ DIAS - MP quer explicação da Webjet e Anac"

Brasília. O Ministério Público Federal no Distrito Federal vai investigar os responsáveis e as causas dos atrasos e cancelamentos de voos da Webjet. Ontem, o procurador Marcus Marcelus Goulart pediu informações à companhia e à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), que terão dez dias úteis para atender à ordem.

A Webjet terá de responder questões como quantos voos foram cancelados, quais foram, tempo de demora dos que atrasaram mais de uma hora, quantas pessoas foram prejudicadas, motivo dos cancelamentos e as providências que foram tomadas pela empresa.

O procurador também questionou sobre a reacomodação de passageiros, reembolso e ressarcimento de possíveis prejudicados, além do atendimento do cliente por outro meio de transporte. A Anac terá que informar sobre medidas para regularizar a situação e evitar transtornos aos clientes da empresa e comprovar o cumprimento dos deveres de informação e assistência previstos em resolução. A agência também deve encaminhar ao Ministério Público todas as reclamações de passageiros protocoladas na Anac contra a Webjet no período de 27 a 30 de setembro.

O balanço da Infraero (estatal que administra os aeroportos) divulgado às 16h de ontem mostrava que 11 dos 81 voos (13,6%) da Webjet previstos para a quarta-feira sofreram atrasos superiores a meia hora. O número de voos cancelados pela empresa desde a 0h chegou a 44 (54,3%). A empresa foi obrigada a reduzir o número de voos na última semana para cumprir a regulamentação da jornada máxima de trabalho dos aeronautas. A Webjet informou que a situação foi causada pelo aumento da demanda.

"DOIS DOCUMENTOS - Gilmar Mendes pede vistas e para julgamento"

O ministro Gilmar Mendes interrompeu a decisão e prometeu apresentar na sessão de hoje seu voto.
NELSON JÚNIOR/STF.



Sete ministros já emitiram voto a favor do pedido do PT, mas com a interrupção nada foi decidido.



Brasília. O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes pediu vista e suspendeu o julgamento de ação do PT contra a obrigatoriedade de apresentar dois documentos na hora de votar.



A interrupção ocorreu após 7 ministros já terem votado a favor do pedido do PT. Eles entendiam que o eleitor só precisa apresentar um documento com foto na hora de votar.



Os sete votos já são suficientes para acolher a ação, mas com a interrupção nada foi decidido. Mendes afirmou que tentará trazer seu voto na sessão desta sexta-feira.



O Supremo julga ação direita de inconstitucionalidade contra legislação que obriga a apresentação de dois documentos - o título de eleitor e outro com foto- na hora de votar.



A relatora do caso, ministra Ellen Gracie, apesar de não declarar a lei inconstitucional, afirmou que o eleitor só pode ser proibido de votar se não tiver consigo no momento da votação um documento com foto.



Ela foi seguida até agora pelos ministros Marco Aurélio Mello, José Antonio Dias Toffoli, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Joaquim Barbosa e Carlos Ayres Britto.



Faltam votar os ministros Gilmar Mendes, Celso de Mello e Cezar Peluso. A avaliação é que o documento com foto já é suficiente para comprovar a veracidade daquele que irá proferir seu voto, já que no local de votação e na própria urna já estão presentes as informações o eleitor.



Defesa:

O advogado do PT, José Gerardo Grossi, afirmou que a exigência de dois documento para o voto é um "excesso". "Parece que já temos um sistema suficientemente seguro para que se exija mais segurança", disse.



Ele argumentou que a alteração na lei foi feita de forma "apressada" e poderá barrar milhões de brasileiros no momento do voto no próximo domingo.



O advogado do DEM, Fabrício Medeiros, defendeu que a exigência cumulativa de dois documento garantirá o combate à fraude e a lisura da votação.



"A Justiça eleitoral passa por uma nova jornada de aperfeiçoamento eleitoral", disse. "O TSE fez uma campanha institucional maciça, que está surtindo efeito", complementou.



TSE:

O TSE quer julgar até o fim da semana os recursos de políticos que foram barrados pela Lei da Ficha Limpa, mas que querem garantir o registro de suas candidaturas. Estão na lista os ex-governadores do Maranhão, Jackson Lago, da Paraíba, Cássio Cunha Lima, de Tocantins, Marcelo Miranda, o deputado Paulo Maluf e o ex-governador de Alagoas Ronaldo Lessa.

"Cidade, NA UNIFOR - Brasil e EUA discutem Lei Maria da Penha"

Na plateia, além da representante da Embaixada dos EUA, alunos e professores da Universidade transformaram o encontro num momento de aprendizagem fora da sala de aula.
RODRIGO CARVALHO

Evento reuniu órgãos internacionais, entidades de defesa da mulher, professores e estudantes da Unifor.

Mulheres são violentadas em todo o mundo, não é uma realidade específica do Brasil. Com essa assertiva, Brasil e Estados Unidos (EUA) deram as mãos e uniram forças em uma rede de proteção à mulher durante a "I Conferência Internacional Sobre a Lei Maria da Penha: Dilemas e Desafios", ocorrida, durante o dia de ontem, no auditório da biblioteca da Universidade de Fortaleza (Unifor).

Depois da Lei Maria da Penha, houve uma mudança significativa na forma de lidar com a violência contra a mulher no Ceará. Por exemplo, a demanda na Delegacia de Defesa da Mulher, em Fortaleza, aumentou 45% desde a promulgação da lei, conforme a delegada titular, Rena Gomes. Nestes quatro anos da lei, 48 mil boletins de ocorrência foram feitos, 4.800 inquéritos policiais instaurados e mais de dois mil agressores presos. Mas, apesar disso, mais de 500 mulheres foram assassinadas no Estado entre os anos de 2006 e 2010.

"Queremos trocar experiências com o Brasil, entender o sistema para que, juntos, possamos aprimorar e criar uma rede de apoio para dar fim à violência", anunciou a ministra conselheira da Embaixada dos EUA no País, Lisa Kubiske, durante abertura do evento.

Os dilemas e desafios da Lei Federal nº 11.340, conhecida como Lei Maria da Penha - que cria mecanismos para coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra a mulher - foram tema principal do debate que se estendeu por todo o dia. Para a mulher que deu nome à lei, a farmacêutica Maria da Penha, o intercâmbio de experiências entre os estados e os países é importante para fortalecer e dar mais efetividade à legislação, em vigor há quatro anos.

"Estamos sempre debatendo a lei para podermos aprimorá-la e melhorar as fragilidades do Estado na defesa da mulher e na prevenção à violência. Temos de mapear onde a Justiça está sendo omissa e agir", frisou a farmacêutica. O vice-reitor da Unifor, Roberto Ney Ciarlini, por sua vez, fez a abertura da conferência e comemorou o fato de a Universidade receber um evento de grande importância.

Prevenção:
A coordenadora do Mestrado e do Doutorado em Direito da Unifor, a professora Lilia Sales, disse que o fato de o evento ter acontecido na Unifor propiciou que muitos alunos e professores pudessem se capacitar ainda mais e que a sociedade como um todo ficasse mais ciente dos seus direitos.

Representando a procuradora geral de Justiça, Socorro França, a procuradora do Núcleo de Gênero do Ministério Público do Estado do Ceará (MPE), Magnólia Barbosa, afirmou que, mais do que priorizar um estado punitivo que prende os agressores, é preciso fortalecer as ações de conscientização e de educação pela paz.

O evento trouxe uma série de palestras abordando o tema das Políticas Públicas e do Direito Internacional, análises de casos, violência doméstica e responsabilidade social, comunicação e educação para a prevenção da agressão.

PARA DELEGADA:
"Fortaleza ainda é uma cidade muito violenta"

Para a titular da Delegacia de Defesa da Mulher em Fortaleza, Rena Gomes, a Capital ainda é uma cidade muito violenta e que, por isso, o tema da proteção e defesa da mulher nunca deve se esgotar por mais que existam avanços com a lei.

Conforme a especialista, é necessário estimular sempre que mais mulheres denunciem, tenham acesso à Justiça e conheçam seus direitos. Ela afirmou que o aumento da procura na delegacia tem forçado a criação de mais uma unidade na Capital. "Essa necessidade de mais uma delegacia da mulher não é nova, temos de avançar logo para que ela seja construída. A indecisão sobre o melhor lugar atrasou um pouco, mas os projetos que já estão sendo pensados", comentou a delegada, enquanto participava da "I Conferência Internacional Sobre a Lei Maria da Penha: Dilemas e Desafios", na Universidade de Fortaleza (Unifor), ontem.

Homicídios:
Até junho deste ano, já foram registrados, pelo Juizado de Vigilância Doméstica e Familiar Contra a Mulher da Capital, 94 homicídios de mulheres em todo o Ceará. Muitos dos promotores presentes no evento disseram que a conferência foi uma excelente oportunidade para trocar experiências.

"Política, SUCESSÃO ESTADUAL - Cals lamenta falta de resposta do governador"

Marcos Cals perdeu espaço na propaganda por explorar notícia da Revista Veja.
MARÍLIA CAMELO

No comitê do tucano, a informação é de que aumentou a procura por material de propaganda dos candidatos.

A abordagem que o candidato ao Governo do Estado, Marcos Cals (PSDB), vinha dando em seus programas eleitorais, em relação ao caso publicado pela Revista Veja, lhe custou tempo do seu programa eleitoral no rádio e televisão veiculados ontem. O tempo do tucano foi usado para direito de resposta do governador e candidato a reeleição, Cid Gomes (PSB), que o censurou pelo uso da revista.

Para Marcos Cals, a ofensa foi indevida, pois defende que só mostrou no seu programa o que já havia sido divulgado pela imprensa nacional, salientando que o governador deve explicações sobre o caso para a população. Cals não considera ter tido prejuízo em perder tempo de seu programa para o adversário, assim também como não acredita lhe causar danos o fato de o governador ter feito a censura pública. "As pessoas conhecem meu comportamento. Jamais faria uma calúnia a alguém", defendeu.

Em relação ao debate realizado pela TV Verdes Mares, na avaliação do tucano foi importante, pois estimulou a apresentação de propostas ao mesmo tempo em que deu oportunidade para as pessoas avaliarem quais projetos são mais exequíveis para serem postos em prática no próximo Governo.

Para ele, o debate da Verdes Mares favorece aqueles que têm propostas a serem apresentadas. Contudo o tucano reclamou que algumas perguntas não foram respondidas. Marcos Cals aponta que Cid Gomes não respondeu a pergunta feita pelo candidato Lúcio Alcântara (PR) a respeito da viagem que o governador fez ao exterior. Marcos Cals alega que faltou explicações sobre os custos da viagem.

Comitês:
A movimentação nos dois comitês do candidato tucano estava tranquila no início da tarde de ontem. Porém Luiz Henrique Falcão, um dos coordenadores do comitê da juventude, garante que a procura por material aumentou nos últimos dias.

De acordo com ele, os horários de maior movimento é na hora do almoço e após o expediente comercial, quando as pessoas têm tempo para irem em busca de informações e santinhos. Segundo Falcão, o material mais procurado é o chamado "pesca" que possui o número dos candidatos do PSDB a cargos majoritários. Agora o santinho ganhou o número do candidato a senador pelo PPS, Alexandre Pereira, depois do número e nome de Tasso Jereissati (PSDB), candidato à reeleição.

"Nacional, CANDIDATURA LIBERADA - Denúncia contra Tiririca é rejeitada"

O candidato Tiririca pode ser o deputado federal mais votado em todo o País.

Juiz eleitoral afirmou que não há justa causa para ação penal contra Tiririca, candidato a deputado federal em SP.

São Paulo. O juiz da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, Aloísio Sérgio Rezende Silveira, não aceitou a denúncia oferecida pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) contra o candidato a deputado federal Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca (coligação "Juntos por São Paulo").

Segundo o juiz, não há justa causa para a ação penal, uma vez que o Tribunal Regional de Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), durante o processo de registro de candidatura, "entendeu não haver qualquer causa de inelegibilidade do candidato, inclusive no que se refere à instrução mínima, ou seja, o não analfabetismo".

Silveira afirmou também que "a legislação eleitoral, desde a Constituição Federal até os atos infralegais, não exige que os candidatos possuam mediano ou elevado grau de instrução, mas apenas que tenham noções rudimentares da linguagem pátria, tanto que é preceito do próprio Estado democrático de Direito a pluralidade/diversidade, buscando-se evitar, inclusive, a formação de um elitismo no corpo dos membros dos poderes legislativo e executivo".

No último dia 22, Silveira recebeu denúncia contra o candidato Tiririca por omissão da declaração de bens no pedido de registro de sua candidatura. A denúncia foi oferecida pelo Ministério Público Eleitoral com base no art. 350 do Código Eleitoral.

Além das duas denúncias oferecidas pelo MPE na 1ª Zona Eleitoral, tramita no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo um pedido de providências em relação ao deferimento do registro de candidatura de Tiririca. O pedido foi encaminhado para análise do Ministério Público Eleitoral.

Segundo uma pesquisa realizada pelo instituto Datafolha, Tiririca pode se tornar o deputado federal mais votado em todo o país nas próximas eleições de 3 de outubro. O levantamento mostra que ele obteria 3% dos votos em São Paulo, chegando a 900 mil, considerando-se a proporção de 30 milhões de eleitores do Estado.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

"CHARGE NO BLOG DO POETA - TENTANDO SUBIR - SINFRÔNIO"

"Nacional, Aumenta a chance de 2º turno, revela pesquisa Datafolha"

Pesquisa Datafolha divulgada na madrugada desta terça-feira (28) aponta que a candidata à Presidência da República, Dilma Rousseff (PT), não tem mais a garantia de vitória no primeiro turno. Para vencer as eleições já na primeira fase, é necessário ter 50% mais um voto.

O levantamento mostra que Dilma perdeu três pontos porcentuais entre os votos válidos que decidirão as eleições. A petista foi de 54% para 51%. Considerando a margem de erro da pesquisa, de dois pontos porcentuais para cima ou para baixo, Dilma pode ter 49% ou 53% dos votos válidos.

O candidato José Serra (PSDB) cresceu apenas um ponto - subindo de 31% para 32%. Marina Silva (PV) ganhou dois pontos e passou de 14% para 16% das intenções de votos válidos. Os resultados da pesquisa estimulada apontam Dilma com 46% das intenções de voto; Serra tem 28%, contra 14% de Marina.

Votos brancos, nulos e eleitores que não votarão em nenhum candidato somam 3%. O número de indecisos é de 7%. Os outros candidatos não alcançaram 1%.

"Câmara de Vereadores de Juazeiro do Norte votará na proxima terça pedido de cassação do prefeito por desvios de 37 milhões da Educação do Municipio "

O futuro do prefeito de Juazeiro do Norte, Manoel Santana, será definido nesta terça,28. Nesse dia a Câmara de Vereadores irá votar o seu impeachement. Em pauta, o relatório final da Comissão Processante que investigou e apontou fraudes em 18 licitações da Secretaria de Educação do Município que provocou desvios superiores a R$ 37 milhões na pasta comandada pelo secretário Ricardo Lima.

Diante da ameaça de ser cassado, a reação do prefeito Santana foi sair de Juazeiro do Norte. Somente em setembro, Santana ficou ausente da cidade por 16 dias. A consequência é que o desgoverno tomou de conta do Município e as crises administrativas se multiplicaram.

Há ameaças de greve dos professores e mesmo dos ocupantes de cargos comissionados. Santana cortou 40% dos salários dos professores e 20% dos cargos de confiança do Município. Em audiência com o Sindicato dos Servidores Públicos ocorrida no último dia 31 de agosto, Santana confessou que a prefeitura de Juazeiro está quebrada. Essa a justificativa dada por ele ter descontado o pagamento sindical dos trabalhadores públicos e não ter repassado para o Sindicato do Município.

O rombo atual da prefeitura de Juazeiro do Norte superaria os R$ 100 milhões, e incluindo as dívidas dos gestores passados, o buraco nas contas juazeirenses ultrapassa os R$ 150 milhões. E a saída usada por Santana para resolver essa insolvência é viajar para Fortaleza, Brasília, São Paulo. Dá sinais de não querer enfrentar a quebradeira ou não saber como superá-la ou até mesmo ter jogado a toalha esperando apenas o momento de ser afastado do cargo. Já tem aliado defendendo que Santana renuncie para não perder seus direitos políticos por oito anos.

Falta dinheiro para tudo. E o prefeito Santana ainda tem que enfrentar problemas políticos. O ex-prefeito Raimundo Macedo divulgou publicamente na última semana um manifesto acusando Santana de tê-lo traído e anunciou o rompimento. Passou a defender seu impeachment.

Mesmo inimigo público de Raimundão, o deputado federal Manoel Salviano está aliado ao adversário no objetivo de cassar o prefeito Manoel Santana. Raimundão e Salviano comandarão nesta segunda manifestações em Juazeiro do Norte a favor do impeachement do prefeito Manoel Santana.

O cerco se fecha ao prefeito Santana. Na Câmara de Vereadores não há sinais de que o pedido de impeachement possa ser arquivado. Mas, convencer vereadores a mudar de idéia não é tarefa impossível. O problema é que Santana não quer conversa com os vereadores. Tem dito que eles não merecem seu respeito e quer distância deles.

Com essa postura de confronto com os vereadores numa Câmara Municipal onde tem apenas um aliado dos 14 membros fica difícil prever como Santana sobreviverá a um pedido de impeachement que será votado nesta terça. E há outro fator determinante para o fim que se anuncia do prefeito Santana: o povo de Juazeiro do Norte não dá sinais de que irá às ruas para defendê-lo. Ao contrário, a mobilização em curso é a favor de sua cassação. Tanto que o vice-prefeito Roberto Celestino tem sido aconselhado a se preparar para assumir a prefeitura e propor no seu discurso de posse um pacto a favor de Juazeiro."

Jorge Umbelino: "Enquanto Manoel Santana em Juazeiro do Norte não tem o apoio dos vereadores, em razão das denúncias de desvios de 37 milhões de reais da Educação do Município. Em Chaval/Ce a situação é bem diferente. O Vereador Fernando Vida Cigana apresentou um pedido de cassação da prefeita Janaline Pacheco junto à Câmara de Vereadores sustentando que a mesma desviou em torno de 150 mil reais da Secretaria de Educação do Municipio em menos de 2 (dois) meses e sequer o processo foi analisado, pois os vereadores apoiados pela Prefeita e Professora Janaline Pacheco votaram pela rejeição do pedido. Todavia, a questão foi submetida à análise do Ministério Público, da Policia Federal e do Poder Judiciário."

Fonte: jornalista Donizete Arruda, do Portal Ceará Agora.

LÁ VAI O BESTA: Faço minhas as suas palavras ilustre advogado e vou mais longe ainda, se não houver uma interveção rápida da Policia Federal e Conjunto com MP, a coisa aqui vai continuar esculhambada mesmo.



domingo, 26 de setembro de 2010

LÁ VAI O BESTA: Este esperto ai da caricatura e o Chaves da Colombia, andam doidinho para se autodestruirem, já o fidel, depois que andou perto de ter uma entrevista com Satanaz, mudou o discurso, agora ficou bem bonzinho, será?

"Pleito Eleitoral de 2010 causa lentidão na Justiça Eleitoral e favorece a manutenção de prefeita cassada no Poder."

Postado ontem, 25 de setembro de 2010, 16:50:53com (Blog do Jorge Umbelino)
Enquanto a disputa eleitoral se desenvolve no ambito dos estados com os candidatos a governadores, senadores, deputados estaduais e federais e no ambito do país com a eleição para presidente da república, os processos eleitorais relativos às eleições para prefeito e vereadores, realizadas em 2008 em todos os municipios do Brasil, encontram-se ou parados ou a passos de tartaruga. Exemplo claro disso é processo nº 956002490.2008.606.010 (RE Nº 14758 - Recurso Eleitoral) que discute o registro de candidatura da Prefeita Municipal de Chaval Janaline Pacheco.

A prefeita já teve seu registro cassado por unanimidade pelo plenário do Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Ceará. No entanto, em razão de decisão expedida pelo ministro do Superior Tribunal Eleitoral Félix Fischer, o processo retornou de Brasilia para zona eleitoral de Chaval/CE. A ordem é para a realização de exame de perícia grafotécnica nas assinaturas apostas em documentos que comprovam o não afastamento do cargo público de Janaline Pacheco. Todavia a mesma nega que tais assinaturas sejam suas e sustenta a falsidade dos documentos.

O mais intrigante de tudo é que o processo retornou para a comarca de Chaval no começo do ano de 2010 para a realização da dita perícia, o que até a presente data não foi feito. Além disso, o mais intrigante ainda é que a MM. Juíza eleitoral Dra. Joyce, que respondia pela 108º Zona Eleitoral de Chaval ,ao invés de nomear perito e determinar a realização do exame, a mesma, contrariando, ao nosso ver, a decisão do Superior Tribunal Eleitoral, despachou o processo de volta para o TRE/CE em Fortaleza/CE, em 05 de agosto de 2010, para consultar o tribunal a respeito da real necessidade de afastamento do cargo público da prefeita Janaline Pacheco.

Acredito eu que tal consulta ao pleno do TRE/CE seja totalmente desnecessária, pois aquela Corte Regional já se manifestou anteriormente sobre a real necessidade de afastamento do cargo publico da prefeita, tanto é que cassou o registro de Janaline Pacheco por entender que houve ausência de afastamento por parte da mesma à época do pleito eleitoral.

A verdade é que em razão da corrida eleitoral deste ano, o TRE/CE não julgará tão cedo a consulta formulada pela MM. Juiza Eleitoral, que ressalte-se, não mais responde pela Zona Eleitoral de Chaval/Ce. Enquanto isso, a população chavalente sofre com a insegurança de ser governada por uma gestora que tem a legitimidade de sua ascenção ao poder questionada, diga-se de passagem, comprovada ilegítima pela própria Justiça Eleitoral.

"POESIA NO BLOG DO POETA - A SAÚDE NO BRASIL”

*
A saúde no Brasil
É caso sem solução
A roubalheira é vil.
Padece a população.
**
Existe lei criteriosa
E a norma é vigente
Mas de forma enganosa
Vendem o peixe diferente.
***
Passivos de punição
Pois a justiça demora
Nem dando um empurrão
Esta saúde melhora.
****
Na hora do desespero
Paga como contribuinte
E quem não tem dinheiro
É o indigente seguinte.
*****
Somente as Santas Casas
Têm atendimento decente
O administrador criou asas
Tratando-nos como gente.
******
No Sonho ou realidade
Precisamos melhorar
Com gestor de verdade
E vontade de trabalhar.
*******
Os Usuários maltratados
Vivem com desconfianças
Os planos são mal traçados
Inviabilizando as mudanças.
********
O dinheiro dos impostos
Destinados para Saúde
Desaparecem dos postos
Sem se tomar atitude.
*********
A atenção que é primária
Devia ser definitiva
Mas é execução sumária
De uma Saúde primitiva.
**********
O Sistema que é único
E é só este que temos
Precisa melhorar muito
Pra ser o "SUS" que queremos.

Poeta: Joaquim da Rocha.

"Tiririca seria analfabeto, o que é proibido a candidatos "

De acordo com a Constituição, os analfabetos são inelegíveis e, portanto, não podem se candidatar e receber votos. Por lei, os candidatos são obrigados a apresentar à Justiça Eleitoral um comprovante de escolaridade. Na ausência de comprovante, devem demonstrar capacidade de ler e escrever. Para registrar sua candidatura a deputado federal, Tiririca apresentou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo uma declaração em que ele afirma que sabe ler e escrever. Essa declaração, segundo as normas legais, deve ser escrita de próprio punho. Mas Tiririca, de fato, sabe ler e escrever? A suspeita é que não. Vários indícios permitem levantar essa desconfiança.

O humorista Ciro Botelho, redator do programa Pânico da rádio Jovem Pan, diz que escreveu sozinho o livro As piadas fantárdigas do Tiririca em 2006. A publicação é assinada só por Tiririca. Botelho diz que escreveu com base em histórias contadas por ele. “O Tiririca não sabe ler nem escrever”, afirma.

Dois funcionários da TV Record também disseram a ÉPOCA que nos bastidores do programa humorístico Show do Tom, do qual Tiririca participa, é sabido que ele não lê nem escreve. De acordo com Ciro Botelho, o palhaço conta com a ajuda da mulher para decorar suas falas: “A mulher fica no camarim com ele e vai falando o texto. Ele vai decorando e conta do jeito dele”.

A reportagem de ÉPOCA acompanhou Tiririca por dois dias na semana passada. Viu o candidato dar autógrafos com uma grafia bem diferente da que aparece na declaração apresentada ao TRE, com letras redondas. Aos fãs, ele assina um rabisco circular ininteligível e desenha o que seriam as letras do nome de seu personagem. Em duas ocasiões, a reportagem deparou também com situações que demonstram que Tiririca tem, no mínimo, enorme dificuldade de leitura. No dia 21, a reportagem pediu para Tiririca ler uma mensagem de celular. Ele ficou visivelmente assustado diante do aparelho. O constrangimento do candidato só foi desfeito quando uma assessora leu o torpedo em voz alta. Minutos antes, referindo-se às críticas feitas a sua candidatura nos jornais, Tiririca dissera: “Eu não leio nada, mas minha mulher lê para mim”.

No dia 22, ÉPOCA fez um teste com Tiririca. Durante um almoço, pediu a ele para responder a perguntas da pesquisa Ibope sobre o Congresso. As duas primeiras questões foram lidas pela reportagem e respondidas normalmente por Tiririca. Em seguida, foi apresentado ao candidato um cartão para ele ler a terceira pergunta e as alternativas de resposta. Nesse momento, seus assessores o cercaram imediatamente. O filho de Tiririca, Éverson Silva, começou a ler a pergunta para o pai, mas a pesquisa foi interrompida pelos assessores com a alegação de que ele precisava almoçar e que a aplicação da pesquisa não fora combinada previamente. A cena pode ser vista em um vídeo no site de ÉPOCA.
Depois desse novo mal-estar, ÉPOCA tentou questioná-lo sobre sua alfabetização. Sua assessoria de imprensa não permitiu mais contatos. Ela diz que Tiririca sabe ler e escrever, mas os pedidos de um encontro com o candidato para que ele lesse um texto e encerrasse as dúvidas foram recusados. A assessoria disse que Tiririca está na reta final da campanha e ficaria “chateado por ter de provar que sabe ler”.

O que acontece com um candidato sobre o qual há dúvidas sobre sua alfabetização? “Se houver dúvidas, o juiz pode submetê-lo a um teste”, diz o advogado Fernando Neves, ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Segundo Neves, essa prova é simples e visa apenas certificar a capacidade de ler e escrever do candidato. Se o candidato não conseguir provar que é alfabetizado, a jurisprudência da Justiça Eleitoral diz que a candidatura deve ser cassada.

Fonte: Revista Época.

LÁ VAI O BESTA: Tudo intriga da oposição. Só porque o "ABESTADO" da terra da luz, pode bater o recorde de votos e eleger para o PR 04 ou mais deputados federais, os sabidos da terra da garoa já começaram a persegui-lo. Já era esperado...

"Internacional Eleições na Venezuela - Chavismo busca barrar ascensão de opositores"

No Poder desde 1999, Hugo Chávez comanda forte campanha para impedir que outros líderes se destaquem.
REUTERS

Governo venezuelano manobra para evitar que nome forte contra Chávez seja capaz de polarizar disputa eleitoral.

Caracas. Neste domingo, acontecem as eleições que indicarão todos os 165 deputados para a Assembleia Nacional, a câmara única do Legislativo da Venezuela. María Corina Machado, candidata à Assembleia Nacional nas eleições de hoje pelo Distrito de Miranda, é o nome mais destacado da oposição ao Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), do presidente Hugo Chávez. Ela tornou-se conhecida como presidente da ONG que liderou a campanha de assinaturas para levar Chávez ao referendo revogatório - ao final, favorável ao presidente -, em 2004.

“No domingo, os venezuelanos poderão escolher entre dois modelos de sociedade: um centralista e militarista, que vem concentrando poder e cerceando liberdades, e um descentralizado, com instituições democráticas e sólidas”, diz a opositora.

“É parte importante da estratégia chavista não permitir que nenhum líder opositor se destaque a ponto de ameaçar o status atual”, declara o professor de Ciências Sociais da Universidade Central, Luis Guerra. “Todos, de líderes sindicais a dirigentes estudantis, que ousaram atrair mais atenção da população do que Chávez atrai, acabaram se tornando alvo de campanha de difamação ou da simples perseguição política”.

A última promessa de liderança, Manuel Rosales, derrotado por Chávez nas eleições de 2006, articulava uma frente opositora viável para 2012. Venceu a eleição para o governo do Estado de Zulia em 2008, mas acabou alijado do processo político e acusado de enriquecimento ilícito com base em provas contestadas pela oposição. No ano passado, asilou-se no Peru.

Yon Goicoechea, líder estudantil que aos 23 anos liderou a bem-sucedida campanha de resistência a uma reforma política proposta por Chávez e derrotada em referendo em 2007 - no único revés eleitoral do chavismo até agora -, praticamente desapareceu da cena política após a campanha de desmoralização promovida pelo governo. Seu crime: recebeu um prêmio em dinheiro de US$ 500 mil da Fundação Milton Friedman.

Outra jovem promessa, Leopoldo López, ex-prefeito de Chacao, ficou fora das eleições regionais de 2008 depois de ter os direitos políticos suspensos, sob acusação de ter praticado “irregularidades administrativas”.

Campanha
Morte de líder das Farc entra no debate

A morte do líder militar da guerrilha Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), conhecido como “Mono Jojoy”, infiltrou-se na campanha eleitoral venezuelana. Cauteloso, o governo Hugo Chávez manteve discrição sobre a operação militar colombiana.

Na direção contrária, porém, representantes da oposição e meios de comunicação críticos do governo trouxeram à tona as denúncias de supostos vínculos de Chávez com o chefe guerrilheiro, considerado o mentor dos sequestros, atentados e operações de narcotráfico das Farc. O jornal El Universal trouxe uma nota sobre uma suposta reunião entre Jojoy e emissários da Venezuela que estariam negociando o fornecimento de armas para as Farc. O registro do encontro teria sido encontrado entre milhares arquivos no computador de outro chefe guerrilheiro, Raúl Reyes, morto por um ataque militar colombiano em território do Equador, em março de 2008.

O jornal El Nacional publicou um vídeo de Jojoy no qual ele se dirigia a Chávez e manifestava apoio à sua “revolução bolivariana”, mas pedia que retirasse suas tropas da fronteira com a Colômbia.

LÁ VAI O BESTA: Já está mais do que na hora de aparecer alguém para desbancar este ditador pretencioso que pense ser o dono da verdade e vive procurando arranjar um jeito de iniciar uma guerra na America do Sul. 

"Tiririca pode render quatro vagas para o PR"

O palhaço Tiririca faz parte de uma estratégia eleitoral do PR para se beneficiar da proporcionalidade e eleger mais candidatos.
 
O candidato tem sido condenado pelos que pensam ser um "deboche da política e do Congresso Nacional".

São Paulo. A fulminante ascensão do palhaço Tiririca - filiado ao Partido da República (PR) e na coligação de Dilma Rousseff (PT) para a Presidência, chamada "Juntos por São Paulo" - na corrida por uma vaga de deputado federal provocou reações extremadas entre políticos e eleitores de São Paulo. Mas o sucesso do palhaço poderá render quatro cadeiras ao PR na Câmara. Pesquisa do Datafolha mostrou que ele tem 3% das intenções de votos.

O candidato tem sido condenado pelos que pensam ser um "deboche da política e do Congresso" (a campanha "Palhaço é quem vota em palhaço" já se espalhou como vírus pela internet), e elogiado por outros que pregam o voto no personagem como protesto (o vídeo com a campanha de Tiririca, resumida no bordão "Pior do que tá não fica", já foi visto mais de quatro milhões de vezes desde que foi colocado na rede, há um mês).

No Twitter, o palhaço, interpretado pelo ator e cantor Francisco Everardo Oliveira da Silva, 45 anos, já foi por dias um dos temas mais comentados. Nascido em Itapipoca, Ceará, numa família que catou lixo para sobreviver, Francisco Everardo começou a trabalhar em circo aos 8 anos e ganhou o apelido da mãe, que o considerava mal humorado. O primeiro CD foi lançado graças ao esforço de amigos, e acabou um sucesso por causa do hit "Florentina", obrigatório nas rádios populares do país. Já na gravadora Sony, o palhaço vendeu mais de 1,5 milhão de CDs e virou figura fácil de programas de auditório. A carreira evoluiu para participações como ator em programas das TVs Record, Manchete e SBT. A queda gradual de exposição na mídia coincidiu com o convite para se candidatar.

Por trás do fenômeno está uma estratégia do PR para guindar votos para a legenda se beneficiando da proporcionalidade, princípio previsto na lei eleitoral, mas muito criticado, por transformar em integrantes do Congresso candidatos com desempenhos pífios nas urnas. Segundo este princípio, o número de vagas de cada partido é definido por uma equação que leva em conta a soma dos votos dos candidatos e suas legendas dividido pelo número de vagas a que cada estado tem direito.

Estima-se que o PR esteja investindo no candidato mais de R$ 500 mil. Ano passado, a cúpula do PR em São Paulo convidou Tiririca de olho em sua popularidade entre nordestinos e classes menos favorecidas.

Desde 2007, seus vídeos no YouTube foram assistidos por milhões. O filme "Ora, menino!" já foi visto cerca de 3,8 milhões de vezes. Outros 19 candidatos no país carregam o apelido Tiririca em seus nomes.

"O partido investe em nomes com repercussão no tecido social", diz um integrante do PR, que investiu na estratégia nos três maiores colégios eleitorais: São Paulo, Rio e Minas.

LÁ VAI O BESTA: Ele pode eleger até mais deputados federais para o PR, mais não pensem que vai ser fácil, já existem algumas armações para tirar o palaço da jogada, matéria a seguir.