sábado, 29 de janeiro de 2011

"Justiça determina que Municipio de Tururú/CE pague salário compatível com o mínimo nacional"

ENQUANTO ISSO, EM CHAVAL/CE, OS SERVIDORES RECEBEM BEM ABAIXO DO MÍNIMO E EM ATRASO

Primeiramente gostaria de parabenizar os Exmos. Desembargadores da 1º Câmara Civel do Tribunal de Justiça do Ceará e também a Dra. Suyane Lucena, Juíza de Direito pela decisão e manutenção em 2º Instância da sentença que condenou o Município de Tururú/CE, 125 km da Capital do Ceará, a pagar os vencimentos de uma servidora compatíveis com o valor do salário mínimo nacional.

Cabe esclarecer que o pagamento do salário mínimo nacional a qualquer servidor ou funcionário é mais que uma obrigação. Ninguém no Brasil, ao cumprir uma jornada de trabalho integral, pode ganhar menos que um salário mínimo por mês. É uma exigência constitucional que não pode deixar de ser observada.

Agora, cá entre nós, um salário mínimo é muito pouco para manter uma família! Imagine quem ganha menos e atrasa?

Ocorre que na nossa realidade, mais precisamente na Cidade de Chaval/CE, o órgão da Prefeitura Municipal paga um salário bem abaixo do mínimo. Não sei qual o trabalho das autoridades locais para pôr um fim nessa situação de miséria. Não tenho conhecimento de nenhuma ação judicial discutindo tal ilegalidade. Todavia, me parece que foi firmado uma espécie de acordo (TAC) entre o Ministério Público e o Município de Chaval/CE obrigando a Prefeitura a pagar o salário mínimo a todos os servidores, bem como a pagar os salários em atraso.

Torço e peço a Deus que os atuais gestores cumpram tal acordo, embora como cidadão chavalense que sou, já conheça os costumes dessa panela.

Pois bem, além de não pagarem o salário mínimo aos servidores, a Prefeitura ainda atrasa, o que é pior. Agora meus amigos, dinheiro entra todo mês. Isso todo mundo sabe. O orçamento da Prefeitura de Chaval/Ce para o ano de 2011, se não me engano, é de 17 a 18 milhões de reais. Se eu estiver enganado, o espaço para os gestores está aberto para correções.
Agora raciocinemos, atraso de salário é a mesma que retenção de salário, pois se o dinheiro vem e não é pago, é porque ficou retido em algum lugar, concordam? Ocorre meus amigos que Retenção de Salário é crime! Dá cadeia! Mas pra quem não se preocupa pelo menos em fingir de honesto...

Bom, certo dia eu estava conversando com um amigo simpatizante do atual grupo político que está a frente da Administração e o mesmo estava defendendo a atitude dos atuais gestores, alegando que eles são tão bons, mas tão bons, que querem dar emprego pra todo mundo, mas como "o dinheiro é pouco", tiram de uns que ganham mais, para dar para outros que ganham menos.

No entanto, até agora eu não vi ninguem que ganhe em torno de R$ 1.500,00 com o salário atrasado. Os únicos que reclamam de atraso são os funcionários que ganham de R$ 150,00 a R$ 300,00. Esse é o típico caso do Robin Hood às avessas, tira dos pobres para dar pros ricos!

Acontece que muito timidamente, alguns servidores públicos têm me procurado para consultar acerca das vantagens de acionar a justiça e cobrar as diferenças salariais decorrentes do pagamento abaixo do mínimo. No entanto, o terrorismo e a perseguição política é tão grande que os funcionários têm medo até mesmo de consultar um advogado, pois, segundo os proprios servidores, se os gestores ficam sabendo, os servidores são removidos pros confins do Município, são mandados pra zona rural, nas localidades mais distantes, onde nem voando a pessoa consegue chegar.

Remoção de servidor sem necessidade também é caso de repressão pela Justiça senhores gestores municipais!
Para provar que o que estou dizendo é verdade, o servidor público que faleceu recentemente em decorrência de um acidente ocasionado pelo veículo utilizado na limpeza pública, um senhor conhecido como Manoel Vereda, ocupava o cargo de Gari na Prefeitura e recebia apenas R$ 300,00 (trezentos Reais) por mês, sendo que está com 02 (dois) meses de salário atrasado.

Para coibir as práticas ilegais de retenção de salário e pagamento abaixo do mínimo, eu já entrei com algumas ações na Comarca de Chaval e estou esperando o posicionamento do Judiciário local.

Vamos torcer para que o posicionamento esperado seja a favor do povo trabalhador que é a parte mais fraca nessa relação de escravidão, digo "trabalho"!
Postado por Blog do Jorge Umbelino.

LÁ VAI O BESTA: É escravidão mesmo amigo, só para terem uma ideia, após 1997, foi implantado um sistema de escravização dos servidores públicos municipais, onde o lema maior é a perseguição, sem contar no terrorismo psicológico que é feito em cima daqueles que não comungam das mesmas ideias bestiais dos atuais gestores.

"POESIA NO BLOG DO POETA - Cidadania, democracia com poesia e heresias...”

*
2006 é ano de eleição.
Já existe por ai espertalhão
Tentando aprontar alguma armação
Para enganar o eleitor bestarão
Que se vende por algum tostão
E sem saber, muda o rumo de uma decisão.
**
Ta avisado meu caro irmão
Não caia nesta armadilha não
Quem compra dignidade é ladrão
Esta é minha humilde opinião
Se puder, denuncie esta agenciação.
Que a justiça, vai lhe dar razão.
***
Não interessa se é situação
Como também da oposição
Passando o pé na frente da mão
Vai arranjar grande confusão
Pois a maioria do povão
Já conseguiu aprender a lição
****
Que tal cumprirmos nossa missão
Elegendo uma boa representação
Que não esteja envolvida em mensalão
Para ajudar esta sofrida nação
Carente de boa uma educação
Que seja capaz de formar cidadão.
*****
Tem sanguessuga em ação
E na saúde, funcionário trapalhão.
Uma CPI, fingindo punição.
Com mais uma pizza no fornalhão
E o povo incapaz de tomar uma decisão
De cassar no voto, parlamentar burrão.
******
Estes políticos pilantrão
De uma fértil imaginação
Vão ter uma grande decepção
Quando descobrirem que a alienação
Não é mais predicado para homologação
Que antes, sem saber elegia só ladrão.
*******
Estamos aumentando a fiscalização
Em uma cívica demonstração
De ter nos livrados da sujeição
Imposta pela criminosa sedução
De alguns políticos ricos e adulão
Que querem comprar a população.
********
Demonstram exuberante ostentação
Desfilando em carro importado cheio de babão
Como uma das formas de tentação
Para atrair o pobre com ambição
Acostumado a errar na interpretação
E se tornar um alvo fácil da corrupção.
*********
Cuidado para não cair nesta enganação
Armada mafiosamente por algum figurão
Que vive na luta contra a afirmação
Deste País de políticos charlatão
Que nunca ajudaram na reabilitação
Pois têm medo de uma reprovação
**********
Diante desta mais recente comprovação
Quando o nosso Congresso em alienação
Não cassou os culpados pelo mensalão
Começaram a se esvair em nosso coração
A esperança de uma política de perfeição
Deixando-nos, com sentimento de frustração.
***********
Para tentar resolver esta vulgarização
Vamos ler o Evangelho, a Bíblia e o Alcorão.
Rezando para Alá, Jesus Cristo, Virgem Maria e São João.
Implorando-lhes, que amenize o sofrimento da Nação.
Acabando de uma vez com esta tapeação
E que se faça justiça, mandando estes políticos corruptos para a prisão.

Esta é uma obra de ficção, qualquer semelhança com pessoas ou fatos reais, é mera coincidência... Será? Sem comentários...
Poeta Popular: Joaquim da Rocha.



quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

"MAIS UMA MAÉRIA DO IRREVERENTE TADEU NOGUEIRA DO CAMOCIM ONLINE"

O ABSOLUTISMO NA TERRA DO CORÓ

Por manter um blog que trata de vários assuntos, inclusive dos relacionados ao dia a dia e serviços prestados à comunidade, escuto relatos que causam revolta, sobretudo quanto à forma como alguns servidores tratam aqueles que pagam seu salário através de impostos. Mas um dado recorrente vem chamando a atenção. Em quase todos os casos em que populares reivindicam melhor tratamento ou a execução dele ou daquele serviço por parte do ente público, vem o seguinte "recado": - Vá atrás de seus direitos, pode ir no promotor, no juiz, pode ir onde for.

Essa frase virou padrão em vários setores da Prefeitura de Camocim. É como se o servidor ou até mesmo o gestor tivesse a certeza que não vai resolver absolutamente nada se o cidadão apelar para a justiça. Isso é uma afronta ao poder judiciário, um desrespeito ao direitos do cidadão.
Aqui vai um exemplo recente: Em entrevista ao radialista Zezinho, na Pinto Martins Fm, o Presidente do Sindicato Apeoc disse que a Prefeitura de Camocim recusou-se a assinar um Termo de Ajuste de Conduta, diante do Ministério Público, onde se comprometeria, em caso de transferência de um servidor da educação, avisar o mesmo 30 dias antes, além de esclarecer o motivo. A Prefeitura se negou e pronto, ficou por isso mesmo. Em "resposta" à reivindicação da Apeoc, a Prefeitura respondeu mais uma vez com transferências movidas a rancor político e pura perseguição. Todo ano é a mesma coisa e nada, absolutamente nada acontece para conter essa prática. É por essas e outras que a frase vem com tanta força na boca dos perseguidores: - Vá atrás de seus direitos, pode ir no Promotor, no Juiz, pode ir onde for". Acreditem, o absolutismo existe em Camocim. Um só poder, dos 3 constituídos, está querendo se sobrepor aos demais e pior, o povo já está tendo provas disso, na carne e na alma.
Postado por Tadeu Nogueira.

LÁ VAI O BESTA: Quiça,
                Aqui não fosse como cá
                O que acontece na terra do coró
                É apenas uma brincadeirinha bestial
                Porque aqui na terra do sal
                A marmota é bem pior. 

  
                   

"EM CHAVAL, PM DETÉM DOIS HOMENS POR MANDADO DE PRISÃO E PORTE ILEGAL DE ARMAS "

Cumprindo um Mandado de prisão expedido pela Dra. Daniele Lima da Rocha, Juíza Titular da 2ª Vara da Comarca de Granja, a Polícia Militar do município de Chaval deteve Rogiel Pereira da Silva, 21 anos, acusado de assalto no distrito de Timonha. Rogiel se recusou a sair de sua residência, mas acabou sendo capturado. Durante a operação, Nelson de Paula Passos, 56 anos, saia de uma casa próxima em atitude suspeita, sendo abordado e encontrado na posse do mesmo, uma faca tipo peixeira e um revólver calibre 38 com quatro cartuchos intáctos. A polícia descobriu que Nelson é padrasto do jovem preso. Após a prisão, padastro e enteado foram conduzidos a Delegacia de Polícia Civil, onde foram feitos os procedimentos cabíveis contra Rogiel e o mesmo foi recambeado a Cadeia Pública de Camocim. Já Nelson de Paula, descobriu-se que o mesmo cumpriu pena por tráfico de drogas no Estado do Mato Grosso do Sul. Foi autuado por porte ilegal de arma de fogo e ficará preso em Chaval onde se desenvolverá o processo.
com informações do Camocim polícia.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

"MANIFESTO DA APEOC DE CAMOCIM"

SME - A FAVOR OU CONTRA A EDUCAÇÃO?
Como já era esperado, após o período eleitoral, a SME, em mais um início de ano letivo, implementa a velha prática da perseguição politiqueira tão corriqueira nos pequenos municípios de nosso estado. Ora, até 1998, quando ainda não existia concurso, se o prefeito do servidor tivesse perdido a eleição, consequentemente ele também perderia o emprego. Agora (2011), como não dá pra demitir o funcionalismo os desafetos políticos (será?), o jeito é penalizar os "do outro lado" botando eles pra "rodar", preferencialmente todos os anos - ou seja: ano novo, lotação nova. Alguns dizem que, os removidos, são mudados de lugar para "aprenderem a respeitar o prefeito". Perguntamos: será que é assim que se conquista o respeito do funcionalismo e da sociedade? Este ano eles se superaram, pois até entre os diretores e coordenadores foram grandes as mudanças. Todavia, há rumores de que, para acalmar os ânimos, já se planeja uma manobra - um bom reajuste das gratificações para apaziguar a ira dos comissionados deslocados que tiveram prejuízo salarial. Caso isto se confirme, a categoria deverá se mobilizar para defender (na Câmara) pelo menos, um percentual igual para todos os servidores efetivos. Salta aos olhos o fato de o município ter se negado a assinar, junto ao Ministério Público, um termo de ajustamento de conduta, comprometendo-se a só promover remoção de servidor mediante justificativa escrita, individual, comunicada com antecedência de 30 dias - mesmo tendo o Prefeito Chico Vaulino prometido, em 20/09/2008, assim fazer caso fosse reeleito. Desta forma, ano após ano, o Sindicato APEOC vem movendo ações contra o município, denunciando o grave desrespeito para com os servidores da educação de Camocim que vêem negado o direito constitucional da liberdade política. Infelizmente, como a justiça de nosso país é nitidamente lenta, companheiros removidos em 2007 ainda não foram reconduzidos aos seus locais de origem, mesmo com vitória em primeira instância.
Por tudo isso, o que mais impressiona, é que, aqueles que deveriam unir esforços para melhorar a educação municipal, no caso, a SME, acaba sendo a que mais contribui para o desmantelo dela. Pois, sem dúvida, é incalculável o prejuízo dessas vis ações. Afinal, como esperar motivação desses profissionais que estão recebendo tão grande desrespeito do governo municipal? Observe-se que, até lá, na SME, o serviço acaba atrasando, pois não é fácil, na ânsia de punir os "do outro lado", ter que fazer e refazer, apagar e reescrever lotações e mais lotações, buscando encaixar todo mundo no seu (in)devido lugar. Lamentavelmente, como não há ação sem reação, os resultados, mais dia, menos dia surgirão, puxando pra baixo os índices da educação camocinense.
Diante dos fatos, convocamos a todos os servidores, transferidos ou não, a refletirem sobre a nossa condição de ser humano, de cidadão e de profissional da educação. Será que devemos nos manter calados diante de práticas nefastas como a que presenciamos a cada início de ano letivo? Será que não nos dói saber que famílias passarão por grandes transtornos (especialmente no tocante às remoções realizadas na zona rural)? Será que não nos pesa saber que companheiros que caminham ao nosso lado estão sendo tratados como objetos, sendo jogados de um lado para o outro? Que a categoria, capitaneada pelo Sindicato APEOC, não se cale, proteste, e exija respeito daqueles que foram eleitos para promover, indiscriminadamente, justiça social e o desenvolvimento de nossa sociedade!
PERSEGUIÇÃO,
BASTA!
Sou livre, sou profissional da educação!
Sindicato APEOC - Camocim/CE 25/01/2011

LÁ VAI O BESTA: Parabéns a APEOC Camocim, que este manifesto sirva também para Chaval, onde a perseguição do poder público começa atingindo a Diretoria da APEOC Chaval, Dona Mocinha que o diga.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

"MAIS UMA MAÉRIA DO IRREVERENTE TADEU NOGUEIRA DO CAMOCIM ONLINE"

ERA UMA QUESTÃO DE TEMPO

A superintendente estadual do Meio Ambiente (Semace), Lúcia Teixeira (foto), reuniu todos os servidores do órgão nesta manhã de segunda-feira (24), no auditório do Conselho Estadual do Meio Ambeinte (Coema) e informou oficialmente que pediu exoneração do cargo. Lúcia Teixeira lembrou dos momentos de tensão na entidade e da apreensão em que todos se encontravam após a Operação Marambaia, da Polícia Federal, e do episódio de mudanças no processo de liberação de licenciamento ambiental aprovado recentemente pela Assembleia Legislativa. Ela agradeceu o apoio de todos os servidores e disse que mandou carta para o governador Cid Gomes (PSB) explicando motivos de sua saída. Lúcia reafirmou o seu compromisso com o interesse público. Procuradora estadual, Lúcia Teideira retornará para sua atividades na Procuradoria Geral de Justiça do Estado.

Lá vou eu: Essa ainda tem pra onde voltar. E quem não tem? Engole a seco, prende o choro e cumpre a ordem do jeito que vier. Esse atrito entre ela e o Governador deu nisso porque ela não precisa do emprego. Em Camocim teve um que aguentou "caladim" quando descobriu que não mandava era em nada, era apenas um testa de ferro, um legítimo "bucha". Daí ele até pensou em pedir demissão, mas depois lembrou do boletos dos cartões de crédito, das regalias, da prestação do carrão, da mensalidade da sky e de outras cositas que faz parte do "kit poder". Eu comparo emprego assim a namoro de adolescente. O "caba" dá anel, pulseira, cordão de ouro e diz até "meu coração por ti gela". Aí a infeliz acredita que é tudo dela, inclusive o amor dele. Mas daí é só brigarem que ele pede tudo de volta, até os créditos do celular e ainda manda ela se lascar.
Postado por Tadeu Nogueira às 14:02h
Com informações do Blog do Eliomar.

LÁ VAI O BESTA: Quiçá,
                                        Aqui não fosse como lá,
                Mais parece que é exatamente igual,
                Aquadrilha daqui persegue e espanja 
                Botaram um pitbul e um super laranja
                A serviço de um analfabeito funcional.

                O nosso super laranja
                Pensa que cadeia é canja,
                Assina cheque de tudo,
                Mais quando o bicho pegar
                Este bestão vai se lascar
                E seu mandatário ficar mudo.

Esta é uma obra de ficção, qualquer semelhança com pessoas ou fatos reais, será uma mera coincidencia.
Poeta: JROCHA .                 

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

"ATAQUE CONTRA FLOTILHA - Investigação inocenta Israel

Nove ativistas turcos morreram no ataque de Israel contra o navio que tentava romper o bloqueio marítimo imposto contra a Faixa de Gaza para levar ajuda humanitária
FOTO: URIEL SINAI/REUTERS

Comissão concluiu que Israel agiu de acordo com a lei ao atacar a frota humanitária que tentava chegar à Faixa de Gaza

Jerusalém. O bloqueio marítimo à Faixa de Gaza e o violento ataque executado no ano passado por Israel para impedir que uma frota com ajuda humanitária rompesse a barreira estavam de acordo com o direito internacional, segundo relatório da comissão de investigação israelense publicado ontem. O documento provocou a indignação da Turquia e do movimento islamita Hamas, que governa Gaza.

O informe preliminar da comissão, composta por seis membros, entre eles dois observadores internacionais, responsáveis por examinar os aspectos jurídicos do ataque da Marinha israelense no qual morreram nove ativistas turcos, inocentou o Estado hebreu por unanimidade.

"A imposição de um bloqueio marítimo à Faixa de Gaza, levando em consideração as razões de segurança e os esforços de Israel para cumprir com suas obrigações humanitárias, era legal e de acordo com o direito internacional", destaca o relatório da comissão dirigida pelo juiz Yaacov Tirkel.

De acordo com o documento, o uso da força durante a violenta inspeção do navio turco Mavi Marmara, barco almirante da frota humanitária internacional, "foi legal e conforme ao direito internacional".

No entanto, em seis dos 133 casos de uso da força pelos oficiais israelenses, a comissão de Tirkel se absteve de apresentar conclusões, considerando que "não dispõe de informações suficientes". Ao mesmo tempo, a comissão expressou tristeza pelas "lamentáveis consequências em perdas de vidas humanas".

Reações
O gabinete do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, saudou as conclusões da comissão que, segundo avaliou, provam que o uso da força por Israel se justificava "enquanto ato de autodefesa".

Ao contrário de Netanyahu, o Hamas condenou severamente o relatório. O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, e organizações israelenses de defesa dos direitos humanos também criticaram as conclusões da comissão de investigação.

"Este relatório confirma a ausência de justiça na entidade sionista (Israel). É uma tentativa desesperada de legitimar os crimes da ocupação e de melhorar a imagem de Israel", declarou Fawzi Barhum, porta-voz do Hamas, que controla a Faixa de Gaza desde 2007.

"Como pode ser que um relatório preparado e ordenado no mesmo país (Israel) possa ter algum valor? Este informe não tem nenhum crédito" questionou Erdogan.

A comissão de investigação organizada pela Turquia em resposta à criação da israelense também criticou o relatório, declarando-se "estupefata e consternada" por suas conclusões que isentam Israel.

"CHARGE NO BLOG DO POETA - SINFRÔNIO"

"PT se degladia por cargos na Mesa do Senado"

Agência Estado

Definida a candidatura única de José Sarney (AP) à presidência do Senado, imposta pelo PMDB, o PT enfrenta internamente disputas acirradas para a Mesa e pelo comando das principais comissões. Paralelamente, corre o risco de não reeditar o mesmo bloco de apoio ao governo, que poderia lhe garantir um poder de fogo de 31 senadores, mais de um terço da Casa - número suficiente para garantir sessões deliberativas e aprovar projetos de lei ordinária e medidas provisórias.

O líder do PT, Humberto Costa (PE), desembarca em Brasília na quarta-feira para aplacar a disputa entre Marta Suplicy (SP) e José Pimentel (CE) pela primeira vice-presidência e articular a remontagem do bloco governista. Seu êxito depende da anuência de sete legendas: PDT, PCdoB, PSB, PR, PRB, PSC e PMN. “A formação do bloco interessa a vários partidos, por opção política e porque, de outra maneira, não teriam espaço na Mesa. Ou só lhes restaria presidir comissões pouco relevantes”, explicou Costa.

Os petistas se reúnem na quinta-feira, a fim de definir os indicados para a Mesa e o comando das comissões. Se não houver consenso entre Marta e Pimentel, a disputa vai a voto, com provável vitória da ex-prefeita. O cargo de primeiro vice-presidente tornou-se mais cobiçado pela visibilidade e concentração de poder. Por questões de saúde, Sarney não tem dirigido muitas sessões. Nos últimos dois anos, Marconi Perillo (PSDB-GO) presidiu mais sessões deliberativas que ele.
Foto do meu sítio em Ipueiras-Ceará
SERTÃO VERDE
*
O sabiasal florou,
A jurema enverdeceu,
Com a chuva na caatinga,
O verde reapareceu
A campina verdejante
É deveras deslumbrante
Mostrando seu apogeu.
**
À noite os vagalumes
Brilham na escuridão
O coaxar de sapos
Ecoa na imensidão
Canta sapo, rã e jia,
Demonstrando alegria
De ver chuva no sertão.
***
Na beira do açude
É grande a animação,
A jaçanã e o socó
Estão sempre de plantão.
A garça fica rondando
E o campina voando
Junto com o azulão.
****
Quando a caatinga brota,
Brota o encanto também
O canto do galo bem cedo
Me enleva, me leva além.
A alegria é constante
Na campina verdejante
Onde a chuva só faz bem.

Texto e foto de Dalinha Catunda.

sábado, 22 de janeiro de 2011

"POESIA NO BLOG DO POETA - CHAVAL”

*
Chaval terra das Rochas
Princesinha do litoral
A vida aqui desabrocha
Não existindo outra igual.
**
Seu clima temperado
Sem mudança brutal
Cura até desanimado
Que visitar este local.
***
Para alegrar os turistas
Nossa beleza é sem igual
Temos mangueizais a vista
Imponentes, sublime e natural.
****
A praia do porto do mosquito
É de uma beleza virginal
Um Lugar deste, tão bonito
Só podia ser em Chaval.
*****
Suas salinas a vista
Fabricas de sal natural
Base da economia mista
De nossa terra natal.
******
Agricultura é de subsistência
Não gera lucro ao cidadão
E só com muita persistência
Da terra se tira o pão.
*******
Suas festas religiosas
Sempre com a fé habitual
Não há mística enganosa
São novenas de animação total.
********
Temos o açude novo
De localização central
Atende todo nosso povo
Do entardecer ao matinal.
*********
A vida é muito tranqüila
Por todo nosso arraial
Até os papudinhos da tequila
Têm arruaças cultural.
**********
Na rotina do dia a dia
Agradecemos o liberal,
Empresários e biquistas
Que engrandecem Chaval.

Poeta: Joaquim da Rocha.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

"CHARGE NO BLOG DO POETA - SINFRÔNIO"

"INVESTIGAÇÃO - Ex-vereador preso por morte em São Gonçalo"

Delegado Cleófilo Rodrigues cumpriu os mandados de prisão expedidos pela Comarca de São Gonçalo
KELLY FREITAS

O homem assassinado era secretário da Câmara Municipal e filho de outro ex-vereador dali. Ele foi morto em setembro

Quatro meses de investigação levaram, ontem, a Polícia Civil a elucidar um crime de morte que causou revolta na população da cidade São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza (55Km da Capital). A vítima do assassinato foi o secretário da Câmara Municipal, Gmarinho Sampaio de Sousa, 46. Um ex-vereador e seu comparsa tiveram prisão temporária decretada pela Justiça. Eles são acusados do crime caracterizado como latrocínio (roubo seguido de morte) e já estão atrás das grades.

O crime foi descoberto na manhã do dia 13 de setembro do ano passado, quando o corpo de Gmarinho foi encontrado semicarbonizado e com marcas de tiros em um matagal às margens da Estrada do Canto Escuro, distrito de Açude Candeia, na zona rural daquele Município. Próximo ao cadáver do secretário estava o seu automóvel, um Voyage, que foi incendiado pelos assassinos.

Prisões
Ontem, a equipe da Delegacia Municipal de São Gonçalo do Amarante, chefiada pelo delegado Cleófilo Melo Rodrigues, efetuou a prisão do ex-vereador Tarcísio Glaydson Sousa e de seu comparsa, Isvanildo Marques de Sousa.

Os dois homens, segundo as investigações, foram os responsáveis pelo assassinato do secretário da Câmara Municipal. No decorrer das investigações, a Polícia levantou várias hipóteses sobre a motivação do crime. Mas, finalmente, teria caracterizado o caso como latrocínio.

O delegado fez o pedido de decretação de prisão preventiva para os suspeitos e a Justiça acatou. A captura do ex-vereador e do seu cúmplice movimentou a cidade de São Gonçalo na manhã de ontem. Os dois homens foram ouvidos em depoimento a portas fechadas.

Durante toda a tarde, a Reportagem tentou contato, por telefone, com o delegado Cleófilo. Mas, seus auxiliares informaram que ele não poderia atender, pois estava tomando o depoimento dos acusados.

A princípio, a Polícia chegou a cogitar que o crime teria sido praticado por vingança, já que o estado em que corpo da vítima foi encontrado dava o indicativo de crueldade. Além das queimaduras nas pernas e parte do tronco, os peritos constataram, pelo menos, quatro tiros, um deles na testa da vítima.

Sigilo
O homem assassinado era muito conhecido naquele Município. Gmarinho era filho de um ex-vereador, Fernando Marinho. As investigações em torno do caso vinham sendo feitas em sigilo e acabaram apontando os dois acusados.

No ano passado, cerca de 15 pessoas foram assassinadas em São Gonçalo do Amarante.

FERNANDO RIBEIRO
EDITOR DE POLÍCIA DN.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

“PARECE QUE O PESSOAL DA CAPINA ANDA APRONTANDO”

Quando saio para fazer alguma reportagem, sempre procuro encontrar matérias onde possa pelo menos fazer algum elogio a Gestão Pública de nosso município, tá difícil, que me perdoe às pessoas citadas, só me procuram para pedir que denuncie alguma coisa, desta vez é o pessoal responsável pela capina da cidade. Fui procurado pela Senhora Maria Eli Frota Santos(foto), residente na Rua da Caçamba, 98, Conjunto Esperança, quase por atrás do cemitério São João Batista e a mesma relatou a seguinte história: Segundo ela, a Prefeitura através da Secretaria de Obras, manda fazer a limpeza (capina) das ruas no Bairro da Caçamba, mais não limpa a área em torno de sua residência, achei estranho, mais ela acrescentou ainda que pediu ao responsável pelos serviços, Senhor FRANCISCO EDMILSON CORDEIRO (MANINHO) e ele sempre promete, mais nunca faz, inclusive uma vez ficou de mandar um dos trabalhadores fazer o serviço no período da tarde mais não mandou. Diante dos fatos, somos obrigados nós mesmos, capinarmos em volta de nossa casa fazendo o serviço que devia ser feito pelos trabalhadores pagos com o erário público, fazer o que? Tirei algumas fotos que dão indicio de que esta senhora está falando a verdade, inclusive tirei uma foto da denunciante que vai esta postada no final desta matéria, também gravei tudo por segurança.

LÁ VAI O BESTA: Tenho quase certeza que sei o motivo de não capinarem ao redor da residência desta Senhora, este é um procedimento antigo, já aconteceu na Rua Major Fiel, a partir da esquina da rua Tenente Manoel Olímpio Soares até a oleria do baiacu, sempre ficava sem ser capinada e o motivo é simples, prejudicar o proprietário do Babilônia clube e os moradores deste pedaço da rua que não comungam com o pensamento de mesquinhez de algum gestor, isto até 2007. Só para terem uma ideia, quem fazia a capina deste pedaço da rua eram os próprios moradores, inclusive faziam um mutirão para limpeza do esgoto todos os anos, exceto e claro em 2007 e 2008. Para ser justo, agora em 2009 e 2010, a prefeita mandou limpar tudo sem discriminar este pedacinho da rua Major Fiel, até estranhei, porque durante dez anos a situação tinha sido diferente, mais de qualquer forma, em nome dos moradores daqui, meu muito obrigado pela consideração, mesmo sabendo que Vossa Excelência não fez mais do que cumprir com sua obrigação.

“A PRACINHA DA RUA JOSÉ ROMÃO RIOS CAIU NO ESQUECIMENTO DOS NOSSOS MANDATÁRIOS”

O péssimo estado de conservação da pracinha da Rua José Romão, ou praça do polo de laser, que fica em frente à Secretaria Municipal de Saúde, afugentou todos os frequentadores, inclusive os filhos dos ilustres moradores da citada rua. Esta praça foi construída na gestão do ex-prefeito, o saudoso João Batista Paulo dos Santos e ao que parece nunca recebeu a merecida atenção dos gestores que o sucederam, uma pena, porque o lugar é muito bonito e fica próximo ao Hospital, na minha humilde opinião acho que devia ser mais bem cuidado, pois é passagem de pessoas que procuram o serviço municipal de saúde. Os bancos de cimento, alguns estão quebrados ou sujos e o piso de pedra esta em boa parte destruído, instalação elétrica em estado precário com algumas lâmpadas queimadas, além da falta visível de manutenção como podemos ver nas fotos, existe muito capim o que faz supormos que o pessoal da limpeza também anda meio esquecido deste patrimônio, apesar de não haver mato alto como presenciei em outras ocasiões. Esta matéria é um pedido de um amigo e morador das proximidades, mais não digo o nome nem sob tortura.

"PROPAGANDA DA CHAVAL PREMOLDADO"



Se você estiver querendo forrar sua casa com rapidez, segurança e material primeira, procure a “CHAVAL PREMOLDADO”, forro pronto, R$ 28,00 (VINTE E OITO REAIS) o m² (METRO QUADRADO). Atendemos no nosso endereço na Rua da Caçamba, 98 Conjunto Esperança ou a domicilio pelo telefone (88) 88488218, de segunda a sábado no horário comercial. Falar com Toninho do João Ribeiro.


"HAITI - Baby Doc quer voltar a governar"

O ex-ditador Jean-Claude Duvalier apareceu na sacada do hotel e foi saudado por 100 apoiadores
FOTO: EDUARDO MUÑOZ/REUTERS

Advogado do ex-ditador haitiano diz que ele é livre para ir aonde quiser e que pode voltar a ser presidente

Porto Príncipe. O ex-ditador haitiano Jean-Claude Duvalier, o Baby Doc, tem pretensões políticas e por isso teria retornado ao país caribenho no último domingo. Um dos advogados de Duvalier, Reynold George, afirmou, ontem, que ele não deixará o país. "Ele não deixará o Haiti. Ele é um político e todo político tem pretensões políticas. Ser novamente presidente do Haiti é um direito dele", declarou, na porta do hotel em que o ex-ditador está hospedado.

Após ter sido preso para interrogatório, Baby Doc foi solto. Segundo George, ele tem um passaporte regularizado no Haiti e é livre para ir aonde quiser, inclusive para sair do país.

Processos
Ontem, quatro haitianos entraram com quatro processos contra Duvalier por tortura, exílio e prisões arbitrárias, cometidos durante os 15 anos (1971 -1986) em que passou à frente do poder.

A jornalista haitiana Michèle Montas, que foi mandada para o exílio forçado por Baby Doc, os ex-presos políticos Alix Fils-Aime e Claude Rosiers, que passaram dez anos detidos pelo regime, e Nicole Magloire, outra vítima do ditador, são os autores dos processos.

Na última terça-feira, a Justiça do Haiti acusou Baby Doc de corrupção e de desvio de dinheiro público. Ele teria desviado US$ 100 milhões que seriam para obras de caridade. O advogado do ex-ditador alega que o seu cliente sofre uma "perseguição" orquestrada pelo atual presidente, René Preval.

Apoio
Apesar das acusações, Baby Doc é apoiado por muitos haitianos. Ontem, ele apareceu na sacada do hotel onde está hospedado e foi saudado por cerca de 100 pessoas que se concentram na porta do prédio desde domingo.

Muitos simpatizantes são ex-militares que atuaram durante o governo de Duvalier. Fontes da diplomacia haitiana acreditam que o ex-ditador esteja apoiando o candidato Michel Martelly, cantor popular que teria ficado em terceiro lugar no primeiro turno das eleições presidenciais, segundo as primeiras apurações.

Um relatório da Organização dos Estados Americanos (OEA), no entanto, coloca Martelly em segundo lugar no pleito, desbancando o candidato governista Jude Celestin.

"ENCONTRO BILATERAL - EUA e China trocam críticas"

O presidente chinês, Hu Jintao, foi recebido pelo colega americano, Barack Obama, na Casa Branca
FOTO: KEVIN LAMARQUE/REUTERS

Obama pressiona líder chinês sobre direitos humanos, enquanto Hu Jintao pediu que os EUA "respeitassem escolha"

Washington. O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, recebeu, ontem, o colega chinês, Hu Jintao, na Casa Branca, onde os dois trocaram críticas em meio ao discurso de cooperação e ganhos mútuos.

Obama afirmou que "as sociedades são mais harmoniosas, o mundo é mais justo e as nações têm mais êxito quando se respeitam os direitos, incluindo os direitos humanos individuais".

O abuso dos direitos humanos na China é uma das arestas mais delicadas das relações bilaterais. Mas, nas últimas semanas, o governo Obama deu sinais de que adotaria tom mais duro com a parceira asiática.

Já o presidente chinês afirmou que a cooperação com os parceiros deve ter base no respeito e que, "por vivermos em um mundo diverso, os Estados Unidos devem respeitar a escolha do caminho de desenvolvimento". A escolha seria uma referência a desvalorização artificial do yuan.

Mais tarde, durante a entrevista coletiva, o presidente chinês afirmou que seu país teve "progresso significativo" na área dos direitos humanos, mas que ainda há "muito a fazer".

Cooperação
Em meio à pompa de uma visita de Estado, os dois líderes falaram apaixonadamente sobre cooperação, mas não apresentaram nenhuma novidade nem progressos significativos sobre disputas que marcam as relações bilaterais, como comércio e segurança. Praticamente, a única concessão de Hu Jintao foi um acordo comercial de US$ 45 bilhões, aparentemente destinado a atenuar o sentimento antichinês nos Estados Unidos e permitir que Obama alardeie a geração de empregos, num momento em que a taxa de desocupação entre os norte-americanos continua teimosamente acima dos 9%. "Demonstramos que os Estados Unidos e a China, quando cooperamos, podem receber benefícios substanciais", afirmou Obama.

O presidente chinês manteve o tom de cooperação e entendimento mútuo, deixando para longe das câmeras as arestas que marcam as relações, como a Coreia do Norte, o programa nuclear do Irã, a ação contra o Google na China e a manipulação do câmbio do yuan.

Hu Jintao, que repetiu inúmeras vezes a importância dos dois países trabalharem pela paz mundial e desenvolvimento das nações, afirmou ainda que os dois países devem trabalhar para "aumentar a confiança".